quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Adentrando o Arcoiris - Yin e Yang das Cataratas

As idéias que consagram as Cataratas do Iguaçu como um Lugar Sagrado estão maduras. Pessoas do mundo todo estão oferecendo jornadas, peregrinações, viagens e vivências especiais nas Cataratas do Iguaçu e em alguns poucos lugares do mundo. Os antigos chineses acreditavam no equilíbrio do YIN e YANG, os princípios feminino e masculino do Universo. Os hindus falam de Prakrit e Purusha, os mesmos princípios. Os Guaranis falam de Nhamandu Rú e Nhamandu Cy - Nhamandu Pai, Nhamandu Mãe.

As idéias que consagram as Cataratas do Iguaçu como Lugar Sagrado, são parte de uma “espiritualidade verde”, de uma “topofilia”, de uma “ecofilosofia” de uma “ecopedagogia”, palavras assim, hoje ainda escritas entre aspas às quais podermos sempre acrescentar a palavra “transpessoal”. A maioria das quais tem algo a ver ou estão ligadas àquele princípio YIN ou feminino do Universo. Coisas novas. Quer dizer não tanto novas quanto redescobertas. Re-valorizadas e muitas dessas palavras já se introduzem no mundo acadêmico.

O turismo de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazu apresenta sinais visíveis de cansaço devido ao seu excesso de “YANG” ou princípio masculino. Isto gera desequilíbrio. As Cataratas (YIN) são tratadas como uma “coisa”, um atratativo, à disposição e à serviço destas forças carregadas de YANG. Do jeito que os homens tratam as mulheres. Do jeito que os homens tratam a Natureza. Daí o fracasso.

Mas apesar de nós, o mundo está enxergando as Cataratas YIN. É urgente que mais pessoas apareçam para fortalecer o YIN e equilibar o mundo. Foz do Iguaçu, de onde escrevo, com suas Cataratas, é somente um símbolo. É necessário honrar o YIN das coisas...de tudo!

Texto transportado do blog desativado iniciado em 2004 /2005.

Nenhum comentário: